Comentarista cogita Rogério Ceni no Flamengo e vai além: “Casamento perfeito”

Desde que Dorival Júnior chegou ao Flamengo, após a saída de Mauricio Barbieri, o comandante ainda não perdeu pelo clube. Além disso, a equipe subiu de produção, se mantendo na briga pelo título brasileiro na reta final do campeonato. No entanto, o contrato do treinador com o Mais Querido vale apenas até o final deste ano, o que significa que a imprensa esportiva permanece debatendo sobre quem estará à frente do elenco em 2019. Segundo Arnaldo Ribeiro, da ESPN, acredita que Rogério Ceni pode ser o nome certo.

O comentarista apontou que atualmente, em um cenário de escolha de técnico, não existem muitos nomes disponíveis no mercado. Além disso, elogiou a trajetória no futebol do ex-goleiro, agora treinador do Fortaleza, e afirmou que seria um “casamento perfeito” entre ele e o clube carioca.

“Se é dirigente do Grêmio, do Flamengo, do Atlético-MG e está sem treinador: você tem cinco nomes para estudar, até menos, três nomes, e eu acho que o Rogério Ceni tem que estar. Acho que vivendo no meio do futebol, você enxerga muito potencial no Rogério Ceni, treinador. No Flamengo, casamento perfeito.”

Atualmente, Rogério Ceni disputa a Série B no comando do clube cearense, que inclusive já conquistou o acesso à Série A do ano que vem com antecipação, após uma espera de anos, em que a equipe brigava ainda na Série C. Sob a batuta do treinador, o Tricolor garante participação na primeira divisão. Nas rodadas finais, o Leão vai em busca do título para coroar o trabalho. No comando do clube nordestino, foram 53 duelos realizados por Rogério, com 31 vitórias, nove empates e 13 derrotas.

No entanto, Dorival Júnior segue como comandante rubro-negro, pelo menos até o final do ano, e ainda tem seis jogos do Campeonato Brasileiro pela frente. O Flamengo ocupa a terceira colocação na tabela, com 60 pontos, e ainda briga pelo título com Internacional, 61, e Palmeiras, 66. No próximo sábado (04), o duelo pela 33ª rodada será contra o rival Botafogo, no Estádio Nilton Santos, às 19h (horário de Brasília).